administração, criatividade, Criatividade e Inovação, inovação

O processo criativo

O processo criativo

          A criatividade dá origem ao processo criativo. Dito de outra forma, a criatividade permite criar algo e este trabalho de criação é chamado de processo criativo. O processo criativo envolve originalidade, criatividade, inovação. Como todo trabalho, o processo criativo requer esforço, tanto físico como mental. O processo produtivo é fundamentado em três princípios mentais: Atenção, Fuga e Movimento:

  • Atenção: serve para concentrar-se no problema ou na situação;
  • Fuga: possibilita ir além dos pensamentos convencionais e fugir dos paradigmas impostos pelo ambiente;
  • Movimento: possibilita exercer a atividade criativa em si, dando asas à imaginação.

          A soma destas três ações mentais resulta no processo criativo, traduzindo-se na atividade criativa. A “engrenagem mental” faz surgir a criatividade através da detecção de uma situação ou problema (atenção). Os pensamentos parecem fugir da realidade já conhecida, buscando novas ideias com base no que já se conhece e tentando, ao mesmo tempo, na direção inversa, romper ideias fixas e rígidas, buscando inovar sempre (fuga). Após a detecção da situação-problema e da fuga das ideias convencionais, o pensamento parece se mover em direção às novas ideias, rompendo as barreiras do medo e da insegurança, projetando a ideia criativa na realidade observada e avaliando os riscos e as inseguranças (movimento).

Processo_Criativo Continue lendo “O processo criativo”

Anúncios
administração

O homem aprende a ser homem

Desde a sua concepção até o momento de sua morte, o homem passa por profundas transformações biológicas e psicossociais. Os hormônios da mãe influenciam o feto em desenvolvimento. Alegrias, tristezas, hábitos alimentares, estilo de vida, preocupações, ansiedades… Tudo isto é transmitido ao feto, de forma involuntária. E neste momento o homem já aprende a ser homem.

Após o nascimento, o bebê é cercado de uma série de cuidados e tabus, todos trazidos pela família, por amigos ou por outras pessoas próximas. Bebê só deve fazer isto desta forma, ou daquele outro jeito. Bebê não pode isso, bebê não pode aquilo. Deixem o bebê em silêncio, não façam barulho, não acendam as luzes, não abram as janelas… O meu bebê não se incomoda com barulho, o meu bebê não quer chupeta! Todos estes conceitos vão transformando o ser humano, dando ao bebê as características que os pais consideram aceitáveis na sociedade. Continue lendo “O homem aprende a ser homem”